Infantaria blindada: saiba o que é, qual a função, como entrar e mais!

Infantaria blindada: saiba o que é, qual a função, como entrar e mais!

Você sabe qual a diferença entre a arma de cavalaria e a tropa de infantaria blindada? Confira neste artigo todas as informações e curiosidades que o Estratégia Militares preparou para você! 

O Exército Brasileiro possui a missão de defender a Pátria, garantir os poderes constitucionais, a lei e a ordem. Além disso, o Exército coopera com o desenvolvimento nacional e o bem-estar social por meio do emprego dos militares das armas de engenharia, infantaria, comunicações, entre outros.

Ao mesmo tempo que o Exército Brasileiro serve à população em tempos de paz, as tropas precisam estar em contínuo preparo e prontas para o emprego em guerras, sejam internas ou externas.  

O que é a infantaria blindada?

A infantaria blindada é uma subunidade da arma de infantaria e é responsável pelo transporte de tropas em Viaturas Blindadas de Transporte de Pessoas (VBTP) por meio do veículo M113B. 

A introdução dos veículos blindados de combate no Exército Brasileiro (EB) iniciou-se após o Marechal José Pessoa Cavalcanti de Albuquerque, oriundo da arma de cavalaria, retornar da Europa, onde participou da Primeira Guerra Mundial.

O Marechal trouxe consigo toda a experiência que adquiriu no conflito, principalmente a visão de que era de extrema importância para o EB a aquisição e introdução de viaturas blindadas de combate nas tropas. Em 1921, José Pessoa publicou a obra “Os tanks na Guerra Européa 1914-1918”, onde registrou sua experiência.

O Comando do Exército, por meio do Marechal, criou em 1921 a Companhia de Carros de Assalto e adquiriu um lote de 12 carros Renault FT-17, assumindo o pioneirismo no emprego de blindados no continente.

Qual a função da infantaria blindada?

A infantaria blindada tem a função de proporcionar às tropas a proteção blindada, a potência de fogo dos armamentos das viaturas, a mobilidade em terrenos variados e a capacidade de transpor obstáculos, a flexibilidade da mudança de estratégia, a organização no terreno de combate e o enfrentamento corpo a corpo com o inimigo.

Além disso, a infantaria blindada é empregada em missões de reconhecimento, segurança, combate, perseguição e cerco contra o inimigo, ataque e contra-ataque e a penetração em território inimigo. Os blindados também podem executar missões de entrega de suprimentos e munições, além das ações de inteligência.

O carro de combate M113

Atualmente, o Exército Brasileiro emprega a viatura M113B no transporte tático das tropas de infantaria em terrenos com alto risco para as tropas e em exercícios táticos da força terrestre. O M113B é de origem norte-americana e é um veículo sobre lagartas com capacidade anfíbia. 

A sua tripulação é formada por um condutor e um operador da metralhadora, transportando ainda 12 passageiros, que entram e saem do veículo por uma porta traseira. A blindagem é capaz de proteger os ocupantes apenas de disparos de baixo calibre. O M113 é equipado com uma metralhadora M2 Brownie 50mm. 

O carro pode chegar até os 65 km/h e possui uma autonomia de 480 km. Na transposição de rios, o veículo pode chegar a seis quilômetros por hora. O M113 foi muito utilizado na Guerra do Vietnã e na Operação Tempestade no Deserto pelos Estados Unidos e também pelos israelenses nas guerras do Yom Kipur, da Civil Libanesa, entre outras. 

Primeira operação com a infantaria blindada

Em julho de 1924, a Companhia de Carros de Combate foi empregada operacionalmente pela primeira vez, quando uma tropa dos carros FT-17 foi deslocada para São Paulo, a fim de dissipar o movimento revolucionário tenentista que acontecia na cidade.

Qual a diferença entre a infantaria blindada e a motorizada?

A diferença entre a infantaria blindada e a infantaria motorizada está no sistema de tração dos carros das tropas. A infantaria blindada utiliza “lagartas” como tração para os seus carros, já a infantaria motorizada utiliza as rodas nos carros de combate.

Por mais que pareça simples a diferença, ela é decisiva nos conflitos. As viaturas equipadas com as “lagartas” são mais pesadas, mais lentas e muito difíceis de serem transportadas por via aérea. 

As “lagartas” proporcionam às viaturas blindadas a transposição de terrenos muito difíceis, por exemplo: pântanos, brejos, terrenos espinhosos, entre outros. Além disso, esses blindados são empregados em conflitos de média e de alta intensidade. Essas características, porém, não se aplicam às viaturas equipadas com rodas.

Os veículos da infantaria motorizada são mais leves, mais rápidos e mais fáceis de serem transportados por via aérea. Eles são empregados em conflitos de baixa intensidade – operações de Garantia da Lei e da Ordem – e não são adequados para transpor certos tipos de terrenos, pelo risco de furo dos pneus.

Além disso, o custo de operação dos veículos de transporte é muito alto, porém os equipados com as “lagartas” são maiores do que os equipados com as rodas. Isso se deve ao alto custo de aquisição e manutenção desses equipamentos.

Infantaria motorizada

Qual a diferença entre a infantaria blindada e a cavalaria?

A infantaria blindada é destinada ao transporte rápido de tropas de infantes para as áreas de combate. Os carros são restritos quanto ao uso de armamentos de combate, sendo dotados apenas de armas que possibilitem uma rápida proteção para a sua evacuação.

Ao contrário da infantaria blindada, a arma de cavalaria é uma arma que compõe o grupo de combate corpo a corpo, ou seja, é considerada uma arma base. A cavalaria tem incisiva participação no terreno de combate por meio da infiltração rápida, do reconhecimento preciso e do ataque poderoso, além da capacidade de permanência em longos períodos no campo de batalha.

Onde são formados os operadores dos carros de combate?

Os operadores dos carros de combate da infantaria blindada são formados no Centro de Instrução de Blindados General Walter Pires (CIBLD), localizado na cidade de Santa Maria, Rio Grande do Sul.

O Centro de Instrução é uma das mais recentes unidades criadas pelo Comando do Exército, tendo sua origem ligada à Companhia de Carros de Assalto, do Marechal José Pessoa Cavalcanti de Albuquerque.

Dos cursos e estágios oferecidos pelo Centro, destacam-se:

  • Curso de Manutenção de Chassi da VBTP M113, para sargentos;
  • Curso de Operação da Viatura Blindada de Transporte de Pessoal M113, para oficiais e sargentos;
  • Estágio de Comandantes de Om Blindadas e Mecanizadas;
  • Estágio Tático de Blindados Sobre Lagartas, para oficiais; e 
  • Estágio Tático de Blindados Sobre Lagartas, para Subtenentes e Sargentos.

Você tem interesse em ingressar nas unidades de infantaria blindada? Então se prepare para os concursos de carreira do Exército Brasileiro com o Estratégia Militares! Acesse o Banco de Questões do Estratégia clicando no banner abaixo. Vem ser coruja!

Estratégia Militares Banco de Questões - CTA

Referências

Você pode gostar também