Estudando Português: conheça os termos básicos

Estudando Português: conheça os termos básicos

Para compreender a Língua Portuguesa é preciso começar do início. Sendo assim, preste atenção nessa aula sobre termos básicos que o Estratégia Militares preparou para você não ter mais dúvidas! Então, se liga no tema! 

Inscreva-se em nossa newsletter!

Receba notícias sobre os mais importantes concursos para as Forças Armadas brasileiras e informações sobre o mundo militar!

Termos básicos

Entendemos “termos” como as partes importantes da gramática que deverão ser estudadas durante a caminhada para os Concursos Militares. No entanto, é preciso deixar claro que quando falamos em gramática, nos referimos diretamente ao estudo da língua separado na relação que será apresentada em seguida. 

Nesse caso, o tema aqui não é a análise sintática. Inclusive, sempre fique atento à seguinte informação:

Mas o que significa tudo isso? Que a sintaxe são as regras de concordância, regência e outras formas de análise da língua, relacionando-se à classificação dos termos. 

Tudo isso vai ficar muito claro com o tempo. Sendo assim, vamos para as partes de análise da linguagem.

Fonética e Fonologia

Nessa parte de nossos estudos, analisamos literalmente como os sons são produzidos e como as palavras são formadas a partir de sua estrutura mínima – o som, chamado também de fonema. 

Nesses casos, analisamos elementos muito interessantes que conseguem se unir a outras formas de pensar a linguística, como ocorre com a relação entre a fonética e a variação linguística.

Estilística

A estilística está ligada diretamente à ideia de estilo empregado por cada um dos autores de textos. Na realidade, esse estilo é influenciado por várias coisas, muito importantes para nós, na realidade. A saber:

  •  A intenção do autor;
  •  O gênero do texto;
  •  A linguagem do texto; e
  •  O momento histórico do texto.

Morfologia

A morfologia é, sem dúvida nenhuma, uma das partes mais legais do estudo da língua, porque consegue abarcar informações interessantes.  

É dela que nascem as novas palavras, com regras de formação muito específicas e ao mesmo tempo universais, dado que se repetem em uma série de línguas espalhadas pelo mundo e são compreendidas de forma lógica pelos falantes.

Além disso, ela comporta as palavras e se relaciona diretamente com a separação delas em classes que ligam-se completamente com a sintaxe dos enunciados. Inclusive, em concursos, enunciados e frases são usados com muita constância, no lugar de somente período e oração.

Ortografia

A ortografia é analisada, inclusive, com o intuito de que você minimize os erros de produção textual. Não somente para a resolução de alguns exercícios, mas para ampliar mesmo o seu conhecimento.

A ideia é fazer com que a sua compreensão de texto seja mais completa. É um conteúdo um pouco mais complicado, mas necessário.

Semântica

A semântica, junto com a sintaxe, é um dos conteúdos mais cobrados em seu concurso, seja ele qual for. Tenho certeza de que você já se deparou com muitas dúvidas e necessidades relacionadas a ela. Por isso, analisamos a partir de uma perspectiva mais ampla, passando pela interpretação de texto e pela noção das intenções textuais.

Sintaxe

Na sintaxe, temos relação clara com aquilo que chamamos de “norma culta”. A ideia, então, é que, ao analisarmos a sintaxe de um texto ou de uma frase, teremos uma relação direta entre esses elementos dentro do texto.

Norma culta

Para entendermos o que é a norma, vejamos o que Bechara (2009, p. 28), gramático extremamente renomado e representante da linguística na Academia Brasileira de Letras, diz:

“A norma contém tudo o que na língua não é funcional, mas que é tradicional, comum e constante, ou, em outras palavras, tudo o que se diz ‘assim, e não de outra maneira’.”

Morfossintaxe

Outra possibilidade muito comum é a visão da morfossintaxe da língua, que leva em consideração aspectos mais gerais, como as características das classes de palavras e as funções. 

Por exemplo, estudamos a ideia de que o sujeito é uma função substantiva e, por isso, somente um elemento com essa característica, ainda que textual (dentro do contexto), pode desempenhar a função. Esse é só um exemplo de como funciona a morfossintaxe.

Se você sonha em se tornar um militar de carreira, não perca mais tempo! A Coruja te ajuda a realizar seu desejo! Conheça o Banco de Questões do Estratégia Militares! São mais de 80 mil questões de concursos e inéditas que farão com que você se prepare melhor! Clique no banner e saiba mais!

Estratégia Militares Banco de Questões - CTA

Veja também:

Conteúdo didático elaborado pelos professores Wagner Santos e Fabíola Soares.

Você pode gostar também