1° Batalhão de Forças Especiais: o que é, história e como entrar

1° Batalhão de Forças Especiais: o que é, história e como entrar

Tem o sonho de participar das mais complexas e desafiadoras missões do Exército Brasileiro e fazer parte de um dos batalhões mais especializados da América Latina? Se sim, o 1° Batalhão de Forças Especiais é uma opção para você. Nesse artigo, o Estratégia Militares traz todas as informações necessárias e demais curiosidades para você que tem o sonho de fazer parte dessa tropa. 

O que é o 1° Batalhão de Forças Especiais?

O 1° Batalhão de Forças Especiais (1° B F ESP) é a unidade de elite do Exército Brasileiro. Sediado em Goiás, devido sua posição estratégica central no território nacional, conta com um seleto grupo de militares especializados e capacitados para enfrentar as situações mais adversas possíveis, como: atividades de guerrilha de longa duração; contraterrorismo; guerras de resistência; operações psicológicas entre outras diversas atribuições exclusivas desse batalhão.

História do 1° Batalhão de Forças Especiais

A campanha de libertação do nordeste, em 1630, é considerada o embrião das forças especiais no Brasil. Naquele contexto, Pernambuco estava sendo invadido por holandeses e o então Governador Geral, Diogo Luís de Oliveira,  enviou o Sargento Antônio Dias Cardoso (Patrono das Forças Especiais), com elevado volume de armamento e técnicas inovadoras, para comandar uma tropa composta por indígenas, africanos, portugueses e brasileiros. 

Após outras diversas batalhas, em 1944, no contexto da 2ª Guerra Mundial, fica ainda mais evidente a necessidade da criação de uma tropa especializada em operações especiais. 

Somente em 1957, foi criado o 1° Curso de Operações Especiais do Exército. Anos depois, em 1968, foi criada a primeira unidade especializada: o Destacamento de Operações Especiais, sediado no Rio de Janeiro. Tal unidade era subordinada ao Centro de Instrução Paraquedista General Penha Brasil. Com uma demanda cada vez maior e sua crescente importância, o então Destacamento é elevado à categoria de Batalhão no final do século XX.

Atualmente, o 1° Batalhão de Forças Especiais encontra-se em Goiás. Sua transferência ocorreu após a criação do Comando de Operações Especiais (C Op Esp), em 2004. Ocupa uma localidade estratégica no território brasileiro, haja vista a facilidade de locomoção para qualquer região do País, por estar em uma região centralizada.

Como ingressar no 1° Batalhão de Forças Especiais?

O ingresso nesse Batalhão é destinado aos militares egressos do Curso de Forças Especiais. A formação é exclusiva para militares de carreira do Exército, com patente mínima de 3° Sargento. Logo, é composto por militares oriundos, predominantemente, da ESA e EsPCEx.

Para ingresso no curso de formação, o militar precisa ter como pré-requisito os seguintes cursos: 

Como é o treinamento de militar do 1° Batalhão de Forças Especiais?

A formação, antes do ingresso no Batalhão, é realizada no curso de Operações Especiais, sediado na cidade de Niterói – RJ. Tem duração prevista de 23 semanas. Nesse período de formação, o Exército reúne neste militar todo treinamento de elite da força.

Além de diversas instruções militares, durante o curso, o militar passa por um intenso treinamento físico. Entre as diversas atividades, destacam-se:

  • Natação;
  • Luta;
  • Marcha; 
  • Treinamento neuromuscular; 
  • Exercícios de longa duração; e
  • Treinamento psicológico.

1° Batalhão de Forças Especiasi

Após sua formação, o militar está apto a ingressar no 1° Batalhão de Forças Especiais e continuar se aperfeiçoando. Tal aperfeiçoamento contínuo é imprescindível para realização das atividades desse batalhão,que são sempre de alto risco e complexidade. 

Qual é o equipamento utilizado?

O 1° Batalhão de Forças Especiais conta com equipamentos de ponta. Dentre as viaturas, destacam-se:

  • VLEGA Gaúcho;
  • VLEGA Chivunk 

As principais aeronaves empregadas nas missões, que geralmente lançam os militares para uma incursão mais rápida, são:

  • C-105 Amazonas;
  • C-95 Bandeirantes; 
  • EC-725 Caracal;

Além desses, há também os equipamentos individuais e o armamento, dos quais destacam-se:

  • Glock 17;
  • Óculos de visão noturna;
  • Morteiros;
  • Lança foguetes AT-4
  • Fuzil M4A1
  • Fuzil Barrett M82

Que tipo de missão é realizada pelo 1° Batalhão de Forças Especiais?

Realiza as mais diversas missões em território brasileiro e internacional, capaz de chegar em qualquer lugar da América Latina até 24 horas depois de solicitado. Dentre elas:

  • Operações de busca;
  • Combate e salvamento; 
  • Prevenção e combate ao terrorismo. Tal missão foi realizada em eventos internacionais, tendo como últimos exemplos no Brasil: a Copa do mundo de 2014 e Olimpíadas, em 2016;
  • Guerra irregular; e
  • Operações contra forças irregulares.

Principais atribuições do 1° Batalhão de Forças Especiais

A atuação em missões em caráter de urgência ou alta complexidade são a principal atribuição 1° Batalhão de Forças Especiais, tendo em vista que possuem uma capacitação ímpar no território brasileiro, além de contarem com equipamentos que não são encontrados em nenhuma outra unidade do Exército Brasileiro.

Estarem sempre prontos para salvaguardar a soberania nacional ou representar a nação em missões de paz no exterior completam a lista das atribuições desse importante Batalhão. 

Curiosidades sobre o 1° Batalhão de Forças Especiais

Antes do ingresso nessa unidade de elite, os militares passam por várias etapas de aperfeiçoamento, o que torna esses militares especiais já na chegada do curso de formação de Operações Especiais.

Desde a sua criação, em 1957, o curso tem um crescente número de alunos, tendo em vista o aumento da demanda desses militares. Após a formação, esses militares participam anualmente da operação Guaviral, a fim de aplicarem todo o conhecimento adquirido. 

Canção do Centro de Instrução de Operações Especiais

Tem curiosidade de conhecer a canção do Centro de Instrução de Operações Especiais? Confira a letra abaixo, disponível no site do Exército Brasileiro.

Nasceu do sonho de ousados pioneiros,
Um curso diferente dos demais!
E o Coronel Gilberto, nosso líder condoreiro,
Combatente Zero Um das Operações Especiais!
Centro de Instrução de Operações Especiais!
Nascente de guerreiros, audazes e leais...
Onde se ensina uma profissão de fé...
Berço dos Comandos e das Forças Especiais!
Camboatá, o nosso forte legendário!
O mito da caveira e o seu Punhal...
És a Escola da Elite do Exército Brasileiro!
A temível Luva Branca e sua adaga magistral...
Centro de Instrução de Operações Especiais!
Nascente de guerreiros, audazes e leais...
Onde se ensina uma profissão de fé...
Berço dos Comandos e das Forças Especiais!
O caçador, mergulhador, paraquedista!
Se formando, à cumprir missão real...
Nos céus e nas montanhas, nas florestas e nos mares!
Em defesa do Brasil, sua integridade nacional!
Centro de Instrução de Operações Especiais!
Nascente de guerreiros, audazes e leais...
Onde se ensina uma profissão de fé...
Berço dos Comandos e das Forças Especiais!
Comandos! Força! Brasil!

Gostou de conhecer sobre o 1° Batalhão de Forças Especiais? Confira mais assuntos sobre o mundo militar e o Exército Brasileiro em nosso blog! Além disso, não deixe de conhecer os cursos preparatórios que o Estratégia Militares oferece para as Escolas Militares. Quer saber mais? Clique no banner e visite nosso site!

Você pode gostar também