Cursos ITA: quais são, benefícios e mais!

Cursos ITA: quais são, benefícios e mais!

A prova do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) acontece no dia 2 de novembro e é a escola militar dos sonhos de muitos brasileiros. Sabendo disso, o Estratégia Militares preparou para você as principais informações sobre os cursos ITA. Confira!

Inscreva-se em nossa newsletter!

Receba notícias sobre os mais importantes concursos para as Forças Armadas brasileiras e informações sobre o mundo militar!

Quais são os cursos do ITA?

Os cursos de graduação do ITA têm duração de 5 anos. A formação é dividida entre dois anos de Curso Fundamental e três anos de Cursos Profissionais. Além da vida acadêmica, os alunos passam pelo Curso de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR) no primeiro ano.

Cursos de Graduação do ITA

ita

O ITA oferece seis cursos de Graduação em Engenharia. Confira abaixo para qual dos cursos o candidato ao Vestibular ITA pode concorrer: 

  • Engenharia Aeroespacial;
  • Engenharia Aeronáutica;
  • Engenharia Civil-Aeronáutica;
  • Engenharia de Computação;
  • Engenharia Eletrônica; e
  • Engenharia Mecânica-Aeronáutica.

Se o aluno do ITA quiser continuar seus estudos no Instituto após formado, tem como opção os seguintes programas da Pós-Graduação e suas subdivisões: 

Engenharia Aeronáutica e Mecânica

  • EAM-1 – Projeto Aeronáutico, Estruturas e Sistemas Aeroespaciais;
  • EAM-2 – Propulsão Aeroespacial e Energia; e 
  • EAM-3 – Materiais, Manufatura e Automação.

Engenharia Eletrônica e Computação

  • EEC-D – Dispositivos e Sistemas Eletrônicos;
  • EEC-I – Informática;
  • EEC-M – Microondas e Optoeletrônica;
  • EEC-S – Sistemas e Controle; e
  • EEC-T – Telecomunicações.

Engenharia de Infraestrutura e Aeronáutica;

  • EIA-I – Infra-Estrutura Aeroportuária; e
  • EIA-T- Transporte Aéreo e Aeroportos

Ciências e Tecnologias Espaciais

  • CTE-F – Física e Matemática Aplicadas;
  • CTE-P – Propulsão Espacial e Hipersônica;
  • CTE-Q – Química dos materiais;
  • CTE-S – Sensores e Atuadores Espaciais;
  • CTE-E – Sistemas Espaciais, Ensaios e Lançamentos; e
  • CTE-G – Gestão Tecnológica.

Física

  • FIS-A – Física Atômica e Molecular;
  • FIS-C – Dinâmica Não-linear e Sistemas Complexos;
  • FIS-N – Física Nuclear; e
  • FIS-P – Física de Plasmas.

Oficial da Reserva ou Oficial da Ativa?

O ITA oferece a possibilidade do seu aluno se tornar um engenheiro civil ou de seguir a carreira militar na Aeronáutica. Basta o candidato escolher entre ser um Oficial Engenheiro da Ativa ou ser um Oficial Engenheiro da Reserva. 

Candidatos a Oficiais da Ativa podem ser chamados de Optantes e, candidatos a Oficiais da Reserva, de Não Optantes. 

A principal diferença é que além de se formarem como engenheiros, os alunos Optantes recebem instrução militar e um salário correspondente a sua patente durante todo o período do curso. Quando formados, são encaminhados para as Unidades de Comando da Aeronáutica.

Vale ressaltar que tanto candidatos a Oficiais da Ativa quanto candidatos a Oficiais da Reserva passam por um ano de instrução militar, chamado de Curso de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR).

No momento da inscrição os candidatos escolhem se querem compor o Quadro dos Oficiais da Ativa ou da Reserva. Em 2021, foi aprovado um projeto de lei que impede o aluno de desistir da carreira militar no meio do curso do ITA e optar pela formação civil. 

Curso de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR) 

O CPOR é obrigatório para todos os alunos do ITA durante o primeiro ano. Durante esse tempo, todos os alunos são considerados militares e recebem o soldo. Até mesmo aqueles que se candidataram como Não Optantes recebem a remuneração.  

Após o primeiro ano, apenas os candidatos Optantes continuam na carreira militar e são encaminhados obrigatoriamente para o Estágio de Preparação de Oficiais Engenheiros (EPOE). As atividades militares são realizadas juntamente com a formação acadêmica. 

Os alunos Optantes que se formarem no ITA são promovidos ao posto de 1º Tenente do Quadro de Oficiais Engenheiros da Ativa da Aeronáutica. Já os alunos Não Optantes são considerados Aspirantes-a-Oficial Engenheiros. 

Os alunos militares formados serão distribuídos entre as Unidades Militares do Comando da Aeronáutica, onde poderão evoluir na carreira até o posto de Coronel. 

Benefícios 

O ITA oferece benefícios aos seus estudantes, sendo que um deles é a possibilidade de morar no Campus do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA). 

Alunos de baixa renda podem pedir isenção do valor da moradia no Campus do DCTA. Para isso, devem realizar trabalho voluntário determinado pelo ITA. Vale ressaltar também que, além do ensino e da alimentação, todos os estudantes têm acesso a atendimento médico e odontológico. 

Gostou de saber mais sobre os cursos ITA? Continue acompanhando o Estratégia Militares e fique por dentro das principais notícias sobre o concurso militar dos seus sonhos.

EM BANNER PORTAL

Veja também

Você pode gostar também
Leia mais

O que cai na prova ITA?

Quer estudar engenharia no Instituto Tecnológico da Aeronáutica? Então sabe que precisa batalhar para passar em uma das…