Forças Armadas Brasileiras participam de exercício mundial de operações de paz

Forças Armadas Brasileiras participam de exercício mundial de operações de paz

As Forças Armadas Brasileiras costumam participar de operações de paz em diversas partes do mundo, sendo que a mais conhecida delas foi a realizada no Líbano. 

Atualmente, entre 28 de março e 07 de abril, os militares brasileiros estão participando do Viking 22, o maior exercício multifuncional de operações de paz do mundo.

Inscreva-se em nossa newsletter!

Receba notícias sobre os mais importantes concursos para as Forças Armadas brasileiras e informações sobre o mundo militar!

Quer conhecer a atuação de nossos militares nesta operação e saber mais sobre o exercício? O Estratégia Militares preparou uma matéria sobre isso! Confira agora!

O que é o Viking 22?

O Viking 22 é o maior exercício multifuncional voltado para ações em operações de paz no mundo. Ele foi conduzido pelo Ministério da Defesa da Suécia em uma parceria com o Departamento de Defesa dos Estados Unidos. O Ministério da Defesa e as Forças Armadas brasileiras marcaram presença no treinamento.

O exercício foi realizado entre os dias 28 de março e 7 de abril de 2022, contando com a participação de cerca de 1.750 pessoas de 40 países. O Brasil é um destaque neste tipo de operação devido ao seu histórico com mais de 70 anos de participação em missões de paz pelo mundo. 

Os militares das Forças Armadas brasileiras sempre contribuíram para a segurança internacional e a paz entre as nações.

Como o Viking 22 foi realizado?

Nem todos os exercícios militares são realizados presencialmente. O Viking 22 aconteceu por meio de uma plataforma de treinamento via computador. Ele é feito para preparar os envolvidos para a atuação em missões de paz, visando aperfeiçoar as habilidades de organizações e de países para responder a situações de crise.

O Viking 22 foi organizado em cinco sítios remotos: Qatar, Suécia, Finlândia, Brasil e Bulgária. Assim como em 2018, nosso país foi o representante da América Latina como um desses sítios remotos. A coordenação da simulação é feita pelo Ministério da Defesa e conduzida pelo Exército Brasileiro, com a ação do Comando de Operações Terrestres (COTER).

O exercício foi realizado nas instalações do Comando Militar do Planalto. Foram 276 pessoas, sendo militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, além de integrantes de Polícias Militares, Polícias Civis e representantes da Rede Brasileira de Pesquisa sobre Operações de Paz e da ONU Brasil.

Fonte: FAB

Participaram ainda militares de outros países das Américas, como Uruguai, Argentina, Peru, Bolívia, México, Chile, Guatemala e Equador. Eles representaram a Associação Latina Americana dos Centros de Treinamento de Operações de Paz (ALCOPAZ).

Os participantes tiveram a oportunidade de se posicionar diante de incidentes e eventos simulados durante o exercício Viking 22. Eles abordaram diversos temas multidisciplinares, como:

  • Prevenção de Violência Sexual em Conflitos; 
  • Defesa Cibernética; 
  • Ação de Forças Irregulares e Crime Organizado; 
  • Política de Gênero; 
  • Coordenação e Cooperação; 
  • Direitos Humanos; 
  • Assistência Humanitária; 
  • Proteção de Civis; e 
  • Procedimentos com Refugiados.

Agora que você já sabe que os militares brasileiros participam desses exercícios para melhor atuar em operações de paz pelo mundo, que tal entrar para as Forças Armadas? Se esse é seu sonho, a Coruja pode ajudar você a passar no concurso. Clique no botão abaixo e conheça nosso Banco de Questões!

Fonte: Ministério da Defesa

Você pode gostar também